Jojohood


E chegamos ao último dia da nossa #SemanaJojoMoyes e hoje é dia de falar sobre como os livros de Jojo impactaram nossas vidas (nossa, ficou forte essa), qual lição aprendemos com ele, o que de bom eles acrescentaram a nossa vivência, esse tipo de coisa que sempre esperamos que um livro faça - pelo menos EU sempre espero. Gosto de ler (e isso pra qualquer livro) e realmente tirar um aprendizado da leitura, poder dizer que algo naquele livro, naquelas 100, 200, 500 páginas que mudou, acrescentou algo em mim. Por mais simples que seja, sempre gosto de tirar algo da leitura, e eu sempre consigo encontrar isso (porque é o que eu busco, então eu acabo encontrando, invariavelmente).

Como já li 5 livros da Jojo e conheci essa autora lá em 2012, vocês podem achar que eu não me lembraria como me senti com cada leitura, mas como acho que deixei claro em alguns post durante essa semana, eu realmente gosto do que leio da Jojo e cada livro me trouxe um aprendizado - e alguns até, li em momentos tão específicos da minha vida que a identificação que criei com algumas situações/trechos/pensamentos das personagens foi tão grande que me surpreenderam muito e isso fez com que a lição fosse ainda maior.

O que li, A Última Carta de Amor, me tocou de uma forma tão intensa que ele foi meu melhor livro do ano e até hoje é um dos meus livros favoritos da vida ♥. Além disso, me surpreendeu muito me sentir tão envolvida com um livro narrado em 3ª pessoa e também por ter a parte do passado, lá nos anos 60 - e ler sobre períodos em que eu não estava viva e não tenho ideia do contexto histórico e de vida da época sempre me deixava apreensiva! Mas acho que esse foi um dos pontos que fez eu me apaixonar pela escrita de Jojo, eu não senti nada disso sabe? Coisas que sempre me pareceram incômodas, lendo o livro dela foram flúidas, natural. Além disso, a história do livro é muito bonita e me deixou muito emocionada.

O foi o famigerado, o queridinho, Como Eu Era Antes de Você! Foi uma trama que li por ter gostado da escritora e na época, apesar de estar bombando lá fora, ele ainda nem era esse sucesso todo que vem fazendo - o filme ajudou bastante na visibilidade. Esse livro me surpreendeu por ser uma trama tão diferente de tudo que eu já havia lido! Eu nem sabia a sinopse e quando comecei a ler e vi que o livro era sobre um cara tetraplégico e uma moça de 26 anos sem expectativas eu fiquei surpresa. Esse livro me fez chorar tanto... Não por ele ter um final inimaginável, mas porque toda a trama é contada com tanta delicadeza e no fim fica algo tão especial que só chorando pra acomodar tudo dentro da gente! Além disso, sempre me identifiquei muito com Lou, mas eu nem esperava o que me aconteceria....

Minha leitura de Jojo foi com meu amado A Garota que Você Deixou para Trás! Eu já falei tanto dele durante essa semana que você deve estar cansado, mas eu realmente amei muito essa leitura e ela marcou minha vida! Dessa vez eu estava cheia de expectativas porque já sabia do que Jojo era capaz! E ela fez o que? Me emocionou e surpreendeu novamente! Esse livro tem uma trama muito diferente, novamente com uma parte se passando nos tempos atuais e outra no passado e com essas duas tramas se conjurando (quis usar essa palavra pra soar mais dramático, sim!) de uma maneira que eu me emocionei e gostei demais! As personagens, o desenvolvimento, a conclusão... É tudo tão único que eu vou só repetir: LEIA!

O livro foi Um Mais Um, que era o livro mais recende de Jojo na época. Esse livro tem uma trama muito bonitinha, muito familia, e isso é uma das coisas mais cativantes sobre ele! Dos livros que eu havia lido de Jojo até o momento esse eu considerava o sopro de frescor - embora ele tenha algo de emocionante em algumas partes. Esse livro também narra a trama sob a perspectiva de 4 persoangens (embora seja em 3ª pessoa) e isso enriquece muito a leitura porque são personalidades muito diferentes emprestando sua visão ao enredo. O que mais gosto nele é essa questão de ele ser sobre uma família (embora não tradicional) e como a mãe (Jess) é uma mulher tão forte e esperançosa! Esse livro eu recomendo quando você precisa de algo que te faça ter esperança de que as coisas podem melhorar - se você ajudar.

Por último, meu livro de Jojo foi o mais novo e também mais inesperado (e aguardado, pode isso?), Depois de Você. Esse era um livro aguardado por todos os fãs desde que Jojo o anunciara (enquanto trabalhava no roteiro do filme de Como Eu Era) e o que eu percebi no boom do lançamento é que esse livro é aquele que ou os fãs amam ou odeiam e eu estou no time dos que AMAM, claro! Mas vou dizer mais - e isso é uma ousadia da minha parte, mas é o que sinto - eu gostei ainda mais desse livro do que do seu precedente (sim, o livro com o Will). Li esse livro assim que lançaram este ano e eu estava passando por um período tão complicado da minha vida (internada, doente, triste, deprimida) que enquanto eu lia conseguia me imaginar exatamente no lugar da Lou - embora estivéssemos passando por situações completamente diferentes! Nesse livro eu vi que minha identificação com ela era ainda maior e foi incrível como alguns trechos pareciam ter sido escritos para mim. O que gosto nele é que, apesar do periodo que Lou esta vivendo ser bem complicado, ele consegue trazer uma centelha de esperança (e eu precisava muito disso) de que as coisas podem dar certo mesmo depois de darem muito errado. Esse livro é lindo e eu agradeço muito a Jojo por ter tido a ideia de escrevê-lo - e realmente espero que ela escreva um terceiro livro porque a história de Lou não terminou, só digo isso!

Então isso é um pouquinho do que os livros de Jojo trouxeram para a minha vida e eu realmente espero que vocês possam lê-los algum dia e que eles acrescentem algo a vocês também! Para saber mais sobre o que eu achei (assim que li, rs) os links das resenhas estão abaixo:


Muito obrigada por acompanhar a semana Jojo Moyes aqui no blog e até mais!

P.S.: O post de hoje é baseado naquela série Parenthood e escolhi Jojohood porque esse sufixo [hood] é usado para criar substantivos com ideia de qualidades comum, período de tempo ou (a que eu mais gosto e por isso escolhi essa série/sufixo) experiências que fazem de algo, único. E livros da Jojo são sempre assim para mim: me proporcionam uma experiencia única!

P.S.2: Hoje é o lançamento de Nada Mais a Perder! Falei sobre ele no post de ontem e tem link para ler um trecho do livro ;)

The Jojo List

Hoje temos o tema livre, então eu só vou deixar aqui a minha lista de livros da Jojo - lançados pela Intrínseca* - que eu ainda não li, mas pretendo fazer isso assim que possível. A lista está por ordem de lançamento da editora, mas não sei se vou ler nesta ordem, enfim! Vamos a minha Jojo List.

Baía da Esperança (lançado em 08/04) - "Seis anos depois de ter saído da Inglaterra, a melancólica e reservada Liza McCullen é responsável por um barco de observação de baleias e golfinhos em Silver Bay, na Austrália, onde também administra com a tia, Kathleen, o Hotel Baía da Esperança, que já viu dias melhores.
Hospedado no hotel de Liza, Mike Dormer está lá a negócios: depende dele o pontapé inicial do projeto de um resort de luxo. Enquanto sua noiva, em Londres, finaliza os planos do casamento, Mike tem de conseguir a licença para a construção do empreendimento, algo que terá profundo impacto na fauna de Silver Bay e consequências drásticas para a vida dos moradores, inclusive a de Liza, que guarda um grande segredo e correrá perigo caso precise se mudar dali.
Quando o mundo de Mike e Liza colidem de forma irremediável, eles precisam encarar os próprios medos para salvar o que amam. Com personagens cativantes em um cenário encantador, Baía da Esperança é um romance irresistível, repleto do humor e da generosidade que marcam as obras de Jojo Moyes."


Eu estou MEGA atrasada, eu sei! Eu não deixava isso acontecer com livros da Jojo, mas esse ano foi tãããããão complicado que nem tenho como explicar.... Mas sobre esse livro, acho que ele tem um dos cenários mais diferentes possíveis! Todo esse clima de sol, praia, mar eu confesso que nem sou a maior fã, mas eu sou A MAIOR FÃ da Jojo e estou muito certa que esse livro me encantará tanto quanto os que já li! Além disso é a chance de ler algo que eu normalmente não teria essa vontade de ler, se não fosse dessa escritora que eu já admiro tanto.


O Navio das Noivas (lançado em 25/07) - "Austrália, 1946. É terminada a Segunda Guerra Mundial, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio para encontrar os soldados ingleses com quem se casaram durante o conflito.
Em Sydney, Austrália, quatro mulheres com personalidades fortes partem em uma extraordinária viagem a bordo do HMS Victoria, um porta-aviões que as levará, junto de outras noivas, armas, aeronaves e mil oficiais da Marinha, até a distante Inglaterra. As regras no navio são rígidas, mas o destino que reuniu todos ali, homens e mulheres atravessando mares, será implacável ao entrelaçar e modificar para sempre suas vidas.
Com personagens únicas e uma narrativa tocante, Jojo Moyes conta uma história inesquecível que captura perfeitamente o espírito romântico e de aventura desse período da História, destacando a bravura de inúmeras mulheres que arriscaram tudo em busca de um sonho.
O navio das noivas foi inspirado na história da avó da autora, que fez a mesma travessia relatada no romance para reencontrar o marido no período pós-guerra, e cada capítulo traz citações não ficcionais de esposas e oficiais que viajaram nesses navios."

Novamente Jojo falando de guerra, misturando sua ficção com um fato ocorrido e usando isso pra criar suas tramas... Ai, confesso, essa sinopse me deixa bem apreensiva porque sei que o fato de ter havido a guerra vai causar algo nesses relacionamentos - e vai me fazer chorar! Eu sempre fico meio deprê quando falam da guerra... Mas quero muito conhecer essa história a fundo e está na minha lista!


Nada Mais a Perder (lançamento, amanhã) - "Na juventude, Henri Lachapelle foi um cavaleiro de raro talento, entre os poucos admitidos na academia de elite do hipismo francês, o Le Cadre Noir. Contudo, reviravoltas da vida o levaram da França a Londres, onde ele agora vive em um simples conjunto habitacional. Sem nunca abandonar o amor pela antiga carreira, aos trancos e barrancos Henri ensina a neta, Sarah, a montar o cavalo Boo, na esperança de que o talento da dupla seja o passaporte para uma vida melhor e mais digna para todos. Mas um grande golpe muda mais uma vez os planos de Henri Lachapelle, e Sarah se vê entregue à própria sorte, lutando para, além de sobreviver, cuidar de Boo e manter os treinamentos.
Natasha é uma advogada especializada em representar crianças e adolescentes envolvidos com crimes ou em situação de risco. Abalada emocionalmente e em dúvidas quanto a seu futuro profissional depois de um caso terrível, Natasha ainda tem de lidar com as feridas do fim de seu casamento. Um fim, diga-se de passagem, bem inusitado, já que ela se vê forçada a morar com o charmoso futuro ex-marido enquanto esperam a venda da casa da família. Quando Sarah cruza o caminho de Natasha, a advogada vê na menina a oportunidade de colocar a vida de volta nos trilhos e decide abrigar a adolescente sob o próprio teto. O que ela não sabe é que Sarah guarda um grande segredo que lhes trará sérias consequências."

Essa sinopse não faz o livro parecer super inusitado? Pois é. Se bem que da Jojo e nunca espero menos do que o inusitado (e maravilhoso)! Esse livro já chegou aqui (thanks, Intrínseca!) e lerei assim que terminar as outras pendências... rs

* Lembrando que a Intrínseca ainda vai lançar (e relançar) todos os livros da Jojo em algum momento!
E vocês, já leram algum desses?

The Jojo World


Hoje é dia de falar de ambientações! Vou falar um pouco sobre algumas das localidades dos livros da Jojo. Jojo tem os cenários dos seus livros espalhados por vários cantos desse mundão e isso é uma coisa muito incrível porque a gente acaba conhecendo lugares sem sair do lugar (que frase clichê, mas ela é tão verdade quando um escritor escreve bem sobre os locais em que suas tramas se passam, que tive que usar). Na maioria das vezes os livros se passam na Inglaterra, mas também temos outros lugares como ambientação. Dessa vez vou fazer um apanhadão separado por localidade, e não por livro - lembrando que só vou citar os livros que eu li então os 3 últimos livros lançados pela Intrínseca não entram na lista porque eu ainda não li (estou considerando 3 porque sexta sai o Nada Mais a Perder).

Reino Unido

Como Eu Era Antes de Você, a casa de Lou e Will fica em Stortfold, na Inglaterra, e apesar da trama se passar em um local fictício (o tal castelo), Jojo escreveu tudo tão lindamente que na nossa imaginação ele se torna real! Em Depois de Você Lou tem um apartamento em Londres.

Um Mais Um, Jess e os filhos moram em Southampton, na costa sul do R.U. mas partem rumo ao norte em direção a Escócia, pra participar da Olimpíadas de Matemática e nesse caminho passam por vários locais pelas estradas.

A Garota que Você Deixou para Trás, a parte atual do livro, nossa protagonista Liv, vive (Liv lives...) em uma casa de vidro no centro de Londres e eu sempre imaginei essa casa como um espetáculo arquitetônico maravilhoso.

A Última Carta de Amor esse livro se passa em Londres e até hoje lembro o clima que senti enquanto lia essa trama. A protagonista, Ellie, trabalha num jornal e está pesquisando uma matéria e eu não sei explicar, mas enquanto lia eu conseguia visualizar os cenários perfeitamente. Uma das cenas do final, eu consigo lembrar até hoje porque eu sentia o ar local (olha eu sendo louca) e eu lembro da cena, junto o cenário e tudo se forma perfeitamente na minha mente! Eu simplesmente conseguia sentir a chuva do momento....

França 

A Garota que Você Deixou para Trás, parte do passado. Como comentei ontem, essa parte do livro, passada na França, embora de um momento muito tenso e muito triste da história mundial (a guerra) é extremamente cativante! a familia de Sophie e toda a trama envolvendo ela e o kommandant é bem intensa e foi incrível acompanhar.

Como Eu Era Antes de Você, viagem da Lou. No finalzinho do livro Lou faz uma tour pela Europa e achei válido explicitar a parte da França aqui porque quem leu o livro sabe a relevância que o momento dela em Paris tem para a trama - e para ela.

República de Maurício

Como Eu Era Antes de Você, a viagem que Lou faz com Will e Nathan para as Ilhas Maurício, um país no continente Africano. Eu nem conhecia esse lugar, mas olhando no Google... Que azul é esse, meu Deus?! Uma pequena parte do livro se passa lá, mas ela é tão impactante no cenário total que vale a menção - vai que você está procurando um lugar para viajar, não é?


Eu estou amaaaaando esta semana!!! Espero que estejam gostando de acompanhar e saber mais sobre
Jojo Moyes ♥

P.S.: Vocês estão sacando as referências nos títulos dos posts né? Hum! Hahahahhaha

Jojo Girls

Hoje é o dia de falarmos sobre as personagens de Jojo Moyes! Uma coisa que eu sempre admirei e comento nas resenhas é o quanto Jojo tem a capacidade de criar mulheres fortes e cheias de determinação - mesmo que, às vezes, nem elas mesmas tenham noção dessa força interior.

Vou falar um pouco de duas personagens femininas de dois livros de Jojo - e deixar os devidos links para as resenhas, basta clicar no nome do livro pra conferir a resenha completa.

Sophie Lefèvre é a protagonista da parte antiga de A Garota que Você Deixou Para Trás (sei que falei dele ontem, mas vocês tem que relevar e aceitar que nessa semana Jojo Moyes vai ter surra mesmo dos livros que mais amo! Hahahaha, vocês hão de terminar essa semana querendo ler A Garota!). Essa parte do livro se passa em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, e o que eu mais gosto na Sophie (e nessa parte da trama) é que eu NUNCA imaginei que pudesse gostar de algo que se passasse durante a 1ª Guerra, mas Jojo escreveu essa trama de forma tão fantástica que mesmo ambientada num cenário que não me é familiar e se passando durante a guerra (que foi real, sabe, embora a trama seja de ficção) eu simplesmente AMEI a história de Sophie e como essa personagem é incrível ♥ Sophie cuida do hotel da família com a irmã e os sobrinhos e esse hotel serve de 'pensão' para os soldados da Guerra (mas os soldados do lado mal, no caso). E Sophie é realmente fantástica porque o que ela passa meus amigos... Não seria qualquer mulher que teria a fibra que ela teve para lidar com a situação (to ficando arrepiada só de escrever isso, lembrando de todo desenvolvimento do enredo - e eu li em 2014). Sophie é uma daquelas mulheres que você nem espera muita coisa sabe, mas ela é forte demais, tem fibra! E ela tem essa fé inabalável e essa esperança na humanidade que é realmente inspiradora! AMO gente assim e essa personagem vive no meu ♥.

Jess Thomas é a protagonista do fofo Um Mais Um e ela também é uma dessas mulheres que consegue ter uma força incrível pra superar os obstáculos que a vida trás. Jess é mãe de duas crianças - uma filha biológica e o filho do ex-marido, que ela cria como se fosse dela - e é realmente de se admirar o quanto ela está disposta a fazer e até onde ir pelos filhos! Ela é aquela prova viva, ops, escrita (hahah) que uma MÃE faz mesmo tudo e qualquer coisa pelos seus filhos! E Jess também é outra personagem que tem toda essa vibe da esperança que tudo dará certo, mesmo quando as coisas estão desmoronando! Ela é o tipo que vê o copo meio cheio sempre e isso sempre aumenta minha estima por alguém (ou personagem, no caso). E ela não é só uma otimista vã, ela é proativa, vai atrás do que quer, faz acontecer! E nesse livro acontece todo tipo de coisa com Jess e os filhos (eles vivem uma aventura) e mesmo quando tudo parece pior que um trem prestes a descarrilar, ela consegue ter esperança e foco pra dar um jeitinho e resolver o que precisa ser resolvido! Jess é tipo a wonder woman da vida-real e isso eu aprecio muito!

Por hoje é só. Amanhã eu falo mais sobre livros da Jojo (será que vai ter mais A Garota que Você Deixou para Trás? Provavelmente!) e continuo compartilhando algumas das minhas experiencias com os livros dessa escritora que adoro!

P.S.: Repararam a referência do título? (espero que tenham reparado, porque não dou títulos assim aàtoa! Hahahahahah)