Eu Li: Não Sou Esse Tipo de Garota (Not That Kind of Girl)

Mais um daqueles livros que eu ansiava para ler desde que vi a versão em inglês, então, quando a Novo Conceito anunciou o lançamento, fiquei mega feliz. Eu punha muita fé nessa autora, Siobhan Vivian e a editora ainda lançara outros livros dela. O fato é que eu já esperava gostar muito do livro pela premissa, mas minha surpresa ao ler foi que eu gostei ainda mais!

O livro é narrado em primeira pessoa pela Natalie Sterling (amo esse sobrenome) e ela faz aquele tipo de garota 'engajada'. Ela está no ultimo ano do ensino médio e prestes a se tornar a presidente do conselho de alunos da Academia Ross. A primeira vista eu logo imaginei que não gostaria muito da Natalie, justamente por ela ter esse jeito meio preciso-fazer-tudo-e-bem, mas no decorrer da leitura fui gostando dela, principalmente quando ela se questiona sobre que tipo de garota ela é. Ela também tem uns pensamentos bem formados a respeito do que acredita e isso é muito bom.
- Sabe de uma coisa, Connor? Aí vai uma lição importante. Nem sempre conseguimos o que queremos. Nem mesmo garotos como você. – enquanto me observava desaparecer pelo corredor, amarelo, desnorteado, provavelmente como se sentia em suas aulas de reforço de matemática, Connor sorriu.
A melhor amiga, Auntumm, é bem diferente dela, tanto no modo de pensar como agir, mas a amizade se sustenta, pois elas dão suporte uma a outra, ainda mais depois de uma coisa que ocorreu com Aunt no inicio do ensino médio. Mas nesse novo ano letivo, uma aluna aparece para revolucionar e revirar o colégio de pernas para o ar: Spencer.
- A tensão sexual faz os caras agirem como perfeitos idiotas.
Ergui a sobrancelha. Com certeza havia tensão entre Mike Domski e eu, mas não tinha nada a ver com sexo. Nem chegava perto disso.
Spencer piscou para mim, como se eu estivesse sendo modesta:
- Mike está louco para transar com você. É tão obvio.
Acontece que Nat já conhecia Spencer, pois foi babá da menina quando ela era pequena e fica mega surpresa ao notar o quanto a garotinha que ela cuidava cresceu e tem pensamentos e atitudes bem diferentes do que ela esperava. Eu logo gostei da Spencer, pois apesar de ser nova, ela é destemida e ousada – e tudo bem, pode não ter atitudes dignas de respeito ou que eu concordasse, mas ela é uma personagem segura de quem é e isso é admirável.

Até a metade do livro, eu gostava bem mais da Spencer e da Autum do que da Natalie, porque entendam, Nat é muito legal e justa, mas ela também tem um lado teimoso (que eu levemente me identifiquei) mas que tende à pretensão. Ela não é popular e não gosta da turma dos populares, mas, por ter um 'cargo' na escola, se sente muito responsável – e é de fato. Mas ela é o tipo que 'leva a vida muito a sério' e eu acho isso meio chato! Ela está sempre muito preocupada com o futuro e parece não viver o presente!

Claro que todas as convicções dela caem por terra quando se vê envolvida com Connor Hughes (ahhhh), um dos populares, lindo, jogador de futebol e melhor amigo do cara que ela mais odeia. Eu só AMEI o Connor! Ele entraria na minha lista de caras fofos, porque ele é tão 'o avesso do que esperaríamos dele'... Encantador. Sem contar que o cara tem um jogo de cintura incrível para lidar com todas as exigências de Natalie. E ele consegue ser fofo, fazer tudo que ela pede, e até torná-la mais 'humanamente adolescente' (algo que parece impossível). E eu achei fofo demais o relacionamento dos dois, é bem jovem, cheio de segredos, surpresas...
Ele olhou para o banco de trás do meu carro e propôs:
- Podíamos ficar no seu carro.
- Eca. Qual é?
- Tá bom, tá bom – disse, parecendo cansado subitamente. Estávamos em um impasse e a questão era a seguinte: eu não queria ir para casa.
O livro tem um ritmo muito bom e você se envolve na trama muito facilmente. Gostei muito da forma que a autora narra, é super identificável e eu senti saudades do ensino médio....Eu gostei de ler os questionamentos de Nat a respeito do que ela estava sentindo e sobre com o que realmente deveria se preocupar. Quero dizer, no EM isso é tão comum! Nós, as vezes, estamos muito preocupados com o que vão pensar da gente e não paramos para analisar o que pensamos de nós mesmos, se estamos felizes assim ou não. A adolescência é complicada, parece que estamos sempre tentando agradar a todos....
Em algum momento no meio da nossa sessão de pegação, Connor parou de me beijar e começou a pensar. Isso era exatamente o que eu vinha tentando evitar.
[...]
- Connor, por favor, não quero falar sobre isso agora.
- Então tá, mude de assunto. Mas não vou ficar me agarrando com você vendo que está desse jeito.
- Por que não? Pensei que os garotos sempre estivessem a fim.
- Isso faz com que me sinta um troglodita.
a interação entre os dois era sempre ótima!
É um livro teen, mas com muito conteúdo. Se eu fosse o colocar a lado de Anna e o Beijo ou Lonely Hearts, ouso dizer que o prefiro! Quero dizer, os 3 tratam basicamente da mesma linha: amor, ensino médio, amizades. Mas em NSETG rolou um tipo de identificação – embora não exatamente com um ou com outro personagem – que o fez ficar ainda melhor. Virou um favorito! O livro também é muito girl power – não da forma Spice Girl, sexyhoney – e sim porque a Natalie acha que as garotas devem se valorizar e não sair andando por ai como se fossem produtos. O mais legal é que existe também o outro ponto de vista e nos faz pensar sobre isso. Eu não concordava com algumas atitudes da Nat que eu julgava muito extremas, mas o fato de ela ser assim foi fundamental ao desenvolvimento do livro.

O que eu não gostei muito foi o fim... Achei um pouco corrido demais, de forma que as coisas foram resolvidas muito rapidamente. Não ficaram mal desenvolvidas, mas eu apenas esperava mais explicações. Ainda mais porque queria mais detalhes sobre algumas conclusões. No entanto, nem sei se posso culpar a autora, já que nunca *NUNCA* consigo gostar de epílogos.

A edição da Novo Conceito está de parabéns, encontrei 2 ou 3 erros de digitação mas o livro está lindo, e além disso, tem uma coisa que eu amo e não costumo ver: notas de rodapé. Acho isso super importante para inserir o leitor em determinado assunto citado, que às vezes é cultural e nós não saberíamos sem essa notinha!

Random: é so dumb, mas preciso perguntar: mais alguém tem vontade de rir com o nome Auntumm? Sei que é outono e é lindo, mas eu leio e só penso em uma coisa: atum (e quem leu o livro sabe que acaba tendo a ver, embora não faça esse sentido em inglês)

31 comentários:

  1. Ah, eu também morro de saudades da minha era ''High School'' (sem o ''musical'', é claro...)!

    Acho que é por isso que eu gosto tanto e nunca me canso de ler ''Jovens Adultos'' - sei lá, bate uma nostalgia...

    Eu ainda tô me decidindo se leio ele ou ''Anna'' primeiro, mas você fez a balança pender mais um pouquinho para o lado do ''Não sou esse tipo de Garota''.

    Henri B. Neto
    ''Na Minha Estante''

    ResponderExcluir
  2. Oi! Fiquei interessada no livro, parece legal. Já li muitas resenhas sobre eles, e todas positivas! A capa é linda! Não sei, mas toda a vez que olho livro novo ou livro assim eu fico xonada! Haha

    Beijos

    http://so-soline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Eve, menina que resenha mara! Eu tô super com vontade de ler este livro, mas agra depois da tua resenha minha vontade quase triplicou!
    Amei a história, parece ser bem bacana e estou super anciosa para ler, só não sei qndo será!
    Um beijo querida!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, quero muito ler esse livro! Já estava super curiosa, depois de ler essa ótima resenha, fiquei mais ainda!

    ResponderExcluir
  5. Auntumm é estranho demais! rs
    Tô ficando velha e gostando cada vez mais de livros assim no high school, deve ser saudade mesmo, como o Henri disse.
    O NSTG tá na minha lista, mas realmente não sei se vou ler agora.

    Beijos,
    Vivis

    ResponderExcluir
  6. Olá, Eve!
    Pelo que eu pude perceber na sua resenha o título do livro tem tudo a ver com a história e também me identificaria com a história de vida da personagem.
    Quero muito ler este livro!
    Quem nunca gostou de um cara popular da escola e/ou faculdade? rs
    Adorei a sua resenha!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  7. Hey Evellyn!

    Quero ler esse livro assim que puder!
    Se vc diz que o prefere à Anna e o Beijo e Lonely Hearts Club eu acho que vou amar, já que adoro esses também!
    Esse negócio de livro juvenil encanta os jovens e leva nós adultos e velhos de 24 anos a relembrar os tempos de antes! rsrsrs

    #maluca

    Ameiiiiiiiii sua resenha! Só não comento quase por causa da faculdade que nos toma tempo :(

    Beijoooo

    http://www.viajenaleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ai Evy, como a gente estava comentando no twitter, esse livro é fofo demais.
    A NAt é do tipo eu na faculdade, ou melhor eu no começo da minha faculdade hahaha *só que eu não era metida, eu penso*
    eu ficava colocando muita coisa como prioridade, e bom depois do 2º ano, a coisa andou mais leve haahha...
    e bom eu tenho certeza que a Nat aí aprendeu a lição no final e de quebra né... *não vou soltar spoiler aqui* ahahaha

    ótima resenha!!

    Beijos

    Bruna in Wonderland
    www.brunainwonderland.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi eve,
    Acabei de ler esse livro ontem e achei ele lindo demaisss me identifiquei muito com Natalie e gostei dela desde o inicio..rsrsr...era mais ou menos igual no ensino medio, louca, nerd e nem um pouco popular...rsrsrs...enfins tambem acho o nome da autumm estranho e tambem me lembra atum...e muito relacionado ao seu apelidinho no livro ne...rsrsrs...ah coloquei o video hoje la no blog com os marcadores q vc me mandou se quiser conferir.
    Bjks
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa

    ResponderExcluir
  10. Oi Eve tô passando outra vez só p te avisar que te indiquei para receber um selo. É só acessar e pegar ok!
    Um beijão e bom findi pra ti!.

    http://lerepensaresocomecar.blogspot.com/2011/09/especial-selo-de-qualidade.html

    ResponderExcluir
  11. Ri da sua observação no fim da resenha que na minha opinião foi muito boa eu li o primeiro capitulo do livro e me arrependi porque não pude ler o resto tá eu comprei de niver pra minha amiga aushausahu claro que pensei um pouco em mim, mas é um ótimo pressente e A NC quase nunca deixa ocorrer erros

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Nhac, adorei a resenha! Putz, acho que uma das mais bem feitas que e já vi, sério, porque você faz observações sobre tudo (e apesar de ter ficado bem grande, o que me desencorajou a ler a princípio kk), deixa tudo explicadinho, dá exemplos e etc... vou voltar seeeeeeeempre aqui, pode ter certeza!
    Ah, eu vi algumas críticas a esse livro mas tua resenha me fez pensar de novo, sendo que eu nem li ainda, e resolvi dar uma chance a esse livro, quem sabe eu o leia algum dia (quando o dinheiro resolver aparecer, porque fomos brincar de esconde-esconde e ele ainda não voltou...).
    Tenho várias opiniões iguais as tuas e também adoro as notinhas de rodapé! Adoro quando to lendo algo e não preciso ir no google ver o que era aquilo! oiueouei
    Meu Deus, meu comentário ficou gigante.
    Enfim, beijocas, Eve! =)

    http://chocolateliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Oii, primeira visitinha por aqui o/
    Adorei seu blog! Muito fofo...
    Estarei comentando seus post!
    E seguindo, me segue também!
    Bjss *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. kkkkk eu só lia o nome da menina como Atum, de jeito algum me acostumei com Autumn.

    Pois bem, eu gostei do livro apesar de um monte de gente não ir com a cara da personagem principal. Não acho que todos os personagens principais devam ser um "padrão", sabe?

    Ok, se o autor quiser que seu livro venda ele tem que criar um carisma entre seu protagonista e o leitor. Mas acho que a Natalie tem essa personalidade meio dominadora para depois ela descobrir que não tem como querer controlar tudo ou que tudo seja como ela quer.

    ResponderExcluir
  15. Oi Eve!
    Também amei esse livro! Amei a trama, os personagens (Connor *.* hehehe)!
    A narrativa é uma delícia e me senti dentro da história!! Estou ansiosa pelos próximos livros da autora que a NC irá lançar!
    Sua resenha ficou ótima!
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo no blog: Resenha - Teia Virtual
    Participe das promoções do blog!
    Passa lá :)
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland - http://www.booksinwonderland.com

    ResponderExcluir
  16. Oii,

    Quando li o livro fiquei apaixonada por Connor, ele é muito TUDO !!! UASHAUSHSAUHAS'
    Nathalie também tem um gênero muito forte, e confesso que me irritei um pouquinho com ela, mas amei o livro !!!!

    Beijos, Patty
    Cartas para Ficção

    ResponderExcluir
  17. Oi Evy...
    Esse final também não me agradou muito não.Foi corrido demais e numa virada de página, tudo estava resolvido. Personagens de bem com a vida..rsrs

    Eu gostei e não gostei do livro. Mas classifico como um bom, senão ótimo, livro. Porque querendo ou não, livro bom é aquele que desperta algum sentimento no leitor né..

    bjinhuxxx
    Eu li e Divulgo

    ResponderExcluir
  18. Ahhh, você me perguntou da camiseta do " Para sempre namorados" né?
    Então, ganhei numa promoção do twitter..
    E o filme...
    Bom, ele é um drama. Não assista com a expectativa de romance, porque senão é decepção na certa. Ele foi lançado no dia dos namorados, e todo mundo que achou que era romance saiu do cinema detestando o filme.
    Eu adorei, ele tem uma abordagem diferente. E o Ryan é Ryan né..rsrsrs

    ResponderExcluir
  19. Quero muito ler esse livro!
    Desde que vi a capa!
    E foi uma grata surpresa gostar tanto da sinopse, o que foi fácil porque em certo ponto me identifiquei muito com Natalie, mas já tive uns momentos meio bitches como Spencer.
    Espero amar o livro!

    ResponderExcluir
  20. gostei do 'ps', confesso que não tinha feito essa ligação com atum, mas enfim...

    não gostei dessa capa, achei photoshop tosco!
    mas quero demais ler o livro, no original de prefeência pra minha chatisse de capas.

    J.
    -The Eater of Books

    ResponderExcluir
  21. Gente tô louca para ler este livro um enredo maravilhoso.
    Vouu ler . .
    segue?
    www.allysonebooks.blogspot.com

    Bjjs*-*

    ResponderExcluir
  22. Nossa, Evellyn, não pensei que o livro fosse tudo isso, não. Na verdade desde o começo eu olhei pra ele pensei "nah, bobinho demais. Vou passar sem pensar muito". Preciso dizer que a resenha me conquistou?
    Gosto de histórias fofas e, mais que tudo, gosto de personagens com opinião e pensamento próprio e que não mudam com qualquer coisinha que acontece.
    Ah, você não gostou na Nat? Pela descrição, me identifiquei totalmente. Já me incomodaram muito por levar a vida tão a sério, por sempre achar que tenho que fazer tudo extremamente bem feito e tal... Mas não dá, a gente cresce de um jeito, aprende a pensar de um jeito e é complicado mudar, né?
    Ah, e não vou mentir: adoro histórias de ensino médio e elas quase me fazem sentir saudade dessa época (sendo que eu saí do EM no fim do ano passado... Então é grande coisa!)

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. Se o livro pra você ganhou de Anna e o Beijo Francês é porque deve ser muito bom!
    Gosto de histórias leves, mas com conteúdo! Estou louca pra ler, já tenho o livro aqui, só tem faltado tempo!
    E eu nunca tinha pensado em "Autummm" como "Atum", você acaba de mudar minha visão haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Eu também gostei bastante deste livro Eve! E como você só consegui pensar em Atum hahahaha! Isso lá é nome? Autumm???
    Adorei a resenha!

    Beijos :)
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  25. haha sou doida pra ler esse livro!!!!
    Acho que é impossivel alguém que já foi adolescente não se identificar com algumas partes!
    Vou comprá-lo!

    Beijos!Boa Semana!
    @camila_marcia

    ResponderExcluir
  26. Oie, adorei a resenha! Já li umas 4 desse livro, mas essa foi diferente. Acho que por causa dos treços. =D Adoro isso.
    Deu mais vontade ainda de ler. rs
    Beijoooo!!! Boa semana pra você.

    ResponderExcluir
  27. Oi Eve!

    Recebi há umas duas semanas o kit Não Sou Esse Tipo de Garota e estou super afim de ler.

    Hum, se segue a linha de Anna e o Beijo Francês e Lonely Hearts Club, acho que vou curtir. E tenho certeza que vou me sentir saudosista ao me lembrar do ensino médio.

    Pelo que você descreveu, estou apostando que vou me encantar também pelo Connor. Só não sei se vou curtir a protagonista hehehe.

    Adorei a resenha!

    Beijinhos

    Ler e Almejar

    ResponderExcluir
  28. Não me interessei muito pelo livro. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  29. Já vi uma outra resenha dele, q na ocasião tinha me deixado bastante curiosa, mas agora com essa sua já decidi: vou comprar de qualquer jeito!! Ñ quero nem saber!! Mto obrigada, amei a resenha de verdade. BjaO e continue assim, hein?!
    Cathe

    ResponderExcluir
  30. @Cathe V.M.

    Então, se você comprasse agora pela internet e conseguisse a nota fiscal eletronica até amanhã, poderia participar da promoção da Novo Conceito: http://heyevellyn.blogspot.com/2011/10/spotlight-on-promocao-comprou-ganhou.html

    Bjsss

    ResponderExcluir
  31. Esse livro parece ser tão bom!!
    Acho legal protagonistas que se acham perfeitinhas mas depois quebram a cara. Auto-conhecimento é muito importante, e se descobrir é algo muito diferente que sempre traz novos horizontes.

    Eu sempre me identifico com a pessoa brizara do livro... rsrsrs Sou louca deve ser!

    XOXO, da Lisse

    ResponderExcluir

- Adoro saber a opinião dos leitores! Deixe seu comentário e eu responderei no seu blog, mas nada de comentários ofensivos hein?