Sobre Jogos Vorazes e sua Protagonista

Na minha resenha de Jogos Vorazes eu disse que teria que fazer um post só sobre nossa protagonista preferida Katniss Everdeen. Eu expliquei um pouco meus receios em relação a garota, mas queria escrever um post mais exclusivo porque ficar lotando a resenha com minhas especulações sobre a senhorita Everdeen não seria o ideal.


Esse post é um oferecimento da mente perturbada da Evellyn, quaisquer reclamações ¬¬' Abra se quiser ler e rir um pouco. Comentários abertos, não levem as coisas tão a sério (o post lotado de gifs claramente demostra minha descontração, porque eu não costumo fazer isso). Escrevo para me divertir também ;) Ah  melhor avisar: SPOILERS podem ser encontrados antes que me mandem para a arena!  OH, HELL, TALVEZ SEJA SÓ UM POST SURTO DE FIM DE SEMANA PROLONGADO!

Devo começar dizendo que eu gostei muito de Jogos Vorazes, é claro. A narrativa é intrigante, emocionante, viciante e como sou fã de 1ª pessoa, não imagino o livro narrado de outra forma ou por outro personagem1 – repito: sempre gosto de ver as coisas pelo personagem, nos deixa mais próximos a história e nos faz entender melhor o que os leva a cada decisão (ou pelo menos, deveria ser assim) - sem contar que gosto da questão da ambiguidade que esse tipo de narrativa proporciona, você nunca vai ter certeza se o que o narrador está dizendo é verdade ou é tudo coisa da cabeça dele.


Mas vamos começar pela minha critica number one: Katniss é aquela personagem que apesar de levantar a maior bandeira girl power, ter determinação e não desistir sem lutar, não consegue perceber aquelas coisas mais óbvias, que estão bem na cara dela. E isso é algo que sempre me deixa intrigada, ainda mais quando o livro é narrado em 1ª pessoa! Como pode a gente saber toda uma historia pelo ponto de vista daquele personagem e sacarmos tudo 'que-está-acontecendo' quando a própria pessoa que está contando a historia não se liga nisso? (Número 4 feelings) Sabe, é de deixar o leitor meio *como assim?* Veja bem, todo aquele drama em relação a Peeta, aquela desconfiança que ele provocava, aquela indecisão sobre confiar ao não no menino do pão... Poxa, eu nem estava nos jogos, só sabia as coisas pelo que ela contava, e mesmo assim tinha uma 'visão' muito maior que a dela.

Calma lá Kat, não me mate!

Vejam bem, vocês não concordam comigo? Não estou pondo em cheque a esperteza de Catnip. Mas se fosse um livro em 3ª pessoa é compreensível que o principal não saiba o que esta acontecendo a sua volta e não confie em personagens que para nós (lendo 'de fora') são totalmente confiáveis. Mas uma vez que a nossa leitura é pelo pov2 desta personagem, vocês não acham que ela deveria ter a mesma sagacidade que a gente? A ficha dela não deveria cair ao ouvir *aquela frase* na mesma hora que a nossa cai? Então. Este é o ponto que me deixa meio frustrada em relação a nossa mocinha...


Então vamos a critica number two: a humanindade de Katniss, que convenhamos: não existe. Tudo bem, isso não chega a ser algo que eu pense 'nossa, Suzanne, você devia ter escrito uma mocinha melhor', longe disso. A questão é que eu ENTENDO o porquê de Catnip ser como é: a desconfiança, a falta de fé na humanidade. Se eu tivesse crescido como ela, talvez fosse da mesma forma. Ela perdeu o pai muito cedo, a mãe ficou catatônica, a sociedade que ela vive é uma droga total, as pessoas esqueceram o que é solidariedade e por aí vai... É understandable que ela seja mesmo durona e veja tudo como ameaça, mas mesmo assim não posso deixar de reclamar dessa falta de '' que ela tem; da dificuldade em confiar mesmo quando é obvio que isso 'não fará mal'. É paradoxal, eu sei. Entendo, mas não consigo aceitar. O meu pensamento quando terminei o 1º livro foi: essa garota não ama ninguém além da Prim – e talvez (talvez) ela mesma. 



Simplesmente acho que a Kat é como um robô programado pra matar permanecer vivo para proteger a irmã e nada mais. Alias, a questão da fé é outra particularidade porque vocês notaram que DEUS é um conceito que não existe na sociedade de Panen? Ninguém cita nenhum tipo de 'ser superior', ninguém menciona a palavra fé (pelo menos que eu me lembre nos dois primeiros livros). É como se o conceito tivesse sido perdido na rebelião/guerra que destruiu o Distrito 13. 

E agora a minha última avaliação sobre Katniss, vinda diretamente da anterior: já que ela não ama ninguém além da Prim, qual o sentido do triângulo amoroso? Tudo bem, eu AMO um triângulo, confesso. Acho que num livro YA é praticamente obrigação (mesmo que um dos envolvidos não tenha a menor chance! A insinuação já basta) E ok, eu já respondi minha pergunta - é o apelo que triângulos têm perante o público jovem. Eu não terminei a trilogia, mas já sei basicamente tudo que acontece (sou spoiler girl sometimes) e acho que não é segredo o mistério 'com quem Katniss fica'. Eu digo que sou team Peeta porque amo o personagem, mas sinceramente, se fosse pra escolher com quem nossa protagonista ficaria, eu votaria em Gale porque não consigo depositar a menor confiança que Katniss realmente AME Peeta (e se eu passei mais da metade da trilogia achando isso, duvido que no último eu mude de ideia). Quero dizer como acreditar num AMOR que ok, começou por fingimento, fazia parte do jogo, atuação, blablabla... Mas como acreditar que ela ao menos se importa com o objeto de afeição se quando dizem 'as regras mudaram again' o primeiro pensamento da garota é meter a flecha no cara? Sorry, mas pra uma pessoa que ama e se importa tanto, eu não consigo entender como ela pode pensar TANTO em matar o ser amado. Se matar por não poder viver sem a pessoa eu entendo (drama a la Romeu e Julieta, ok) mas querer matar o ser amado por seja lá que motivo? Não, isso não é amor! Ela faz escolhas baseadas na necessidade do momento, não em sentimentos profundos!

Ah vejam esse vídeo sobre como Jogos Vorazes deveria ter terminado (zoadinho, mas resume exatamente o que eu penso).


1 Mesmo que eu ame o Peeta, acho que se ele narrasse não seria tão interessante porque ele não tem o espírito e a desconfiança de Katniss - que tornam as coisas mais emocionantes!
2 point of view - ponto de vista.
3 Gifs do Tumblr

20 comentários:

  1. Hahaa, Evellyn ''vomitando'' tudo o que estava entalado na garganta! Huahauhuh

    Veja bem, eu não tive problemas com a Katniss, você sabe bem disto. Mesmo ela sendo esta versão teen do Exterminador do Futuro, eu a amo do jeito que for. Mesmo com todos estes defeitos!

    Quanto a questão da fé em Panem, acho que o que você falou meio que faz sentido... Eu nunca tinha reparado neste detalhe até você citar (esta parte me incomoda mais quando o gênero são anjos, ai eu estranho mesmo esta falta de ''fé'' dos personagens, mesmo com este detalhe tão atrelado à mitologia toda), e acho que aconteceu meio o que você disse: A população não tem mais ''Esperança'' alguma! #IroniaModeOn

    Já no quesito ''triângulo amoroso'', como eu falei na minha resenha de A Esperança, nunca houve triângulo algum... É meio chocante, se formos parar para pensar, mas ela só fica com o Peeta e com o Gale por pura necessidade física. E os dois percebem isto no terceiro. Se fosse em outro livro, eu acharia isto terrível, mas da forma como a Suzanne conduziu tudo, eu meio que aceitei desde o princípio.

    Enfim, se eu pudesse, ficaria aqui o dia inteiro para levantar o meu ponto de vista... Mas aí iria envolver MUITO spoiler, e eu já soltei vários aqui que podem valer a minha cabeça! Huahuh

    Henri B. Neto
    ''Na Minha Estante''

    ResponderExcluir
  2. Antes de eu ler o livro, tinha lido em alguns blogs os problemas de personalidade da Katniss, mas quando li o livro não vi nenhum que estranhasse muito.

    Entendo que ela cresceu em um meio que a formou assim, desconfiada, durona e pronta para atirar, quanto ao triangulo amoroso eu também achei meio fora de propósito, poderia passar sem.

    Sabe que eu tinha lido só em um outro blog a falta de uma "força superior" em Jogos Vorazes, e antes disso eu não tinha nem percebido, mas eu gosto, por que pelo menos eles justificam suas ações por eles mesmos e não por seres imaginários. É a humanidade e pronto, maus, perigosos e mesquinhas.

    Eu já terminei a triologia, e apesar do que todos disseram sobre não gostar e que poderia ter sido melhor, eu achei fantastico.

    Eu acho que a Katniss descobriu o por que ama quem ela escolheu ficar.

    ResponderExcluir
  3. Entón, eu entendo a Katniss por ela viver no mundo em que vive e talz eu consigo entender a sua falta de humanidade e de fé (assim como a do povo de Panem), mas ela me irrita em vários pontos, primeiro é a questão do triangulo amoroso (eu odeio triângulos amorosos), como o Henri disse, ele não existe, é mais uma questão de necessidade física (apesar de que o Gale também teve culpa). E enquanto lia Em Chamas eu fui percebendo, que ela estava sim se apaixonando pelo Peeta, de uma forma natural, não de um dia pro outro, como às vezes acontece, só que algumas atitudes dela no decorrer do último livro me deixaram extremamente irritada, pqp! (Assim como a última atitude dela em Em Chamas, que por** de história foi aquela??).

    SPOILER AÍ VIU GENTE==> E como você mesma citou, também fiquei como raiva da falta de 'sacada' dela, eu sabia desde o início que o Peeta amava ela, e só a tapada que não, mas acredite a falta de inteligência e de tato dela só aumenta nos outros dois livros.

    E no final das contas as únicas pessoas que demonstram amor pela Katniss foram Haymitch e Peeta, porque nem Prim teve consideração alguma por ela (vou parar por aqui.)

    E quanto ao seu comentário: "Ela faz escolhas baseadas na necessidade do momento, não em sentimentos profundos!" Todo mundo na trilogia confirma, o Hay e depois o próprio Peeta e o Gale, enfim, chega de spoiler galeres.

    ResponderExcluir
  4. CONTÉM SPOILERS BRAVOS
    Acho que essa de amor romântico, não matar o ser amado e tal, lutar para que ele permaneça vivo coisas que Katniss parece não ter... é .... inexistente e totalmente irrelevante... a vida dela não gira na necessidade de um amor, acho até que ela nem acredita nisso... e até o final tudo o que ela precisava era de alguém segurar as pontas para ela um pouquinho...

    Ela nunca viu Gale como um namorado-par romântico-ou algo do tipo... pelo contrário, era o parceiro de caçada... e ele nunca demonstrou nada por ela... Então é natural que Peeta levasse tempo para conquistar ela... e ao contrário do que muita gente possa pensar, no terceiro livro ela fica rodando no lugar pelo Peeta, eu li os três livros e no último eu quase rezei para que as coisas não virassem e ela ficasse com o Gale, entendo ela perfeitamente, ela queria alguém forte ao lado dela, porque era disso que ela precisava, de alguém para encarar a loucura com ela... e Peeta fez isso do princípio ao fim....

    *-*

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente no quesito "humanidade".

    HELLO, Kat no filme parecia uma garotinha em apuros pronta para salvar todo mundo. No livro, fica claro como ela pensa primeiramente nela, e só nela. E por uma boa razão. E a dinâmica entre ela e o Peeta tbm ficou super... rasa. Cadê a desconfiança? Cadê a infamiliaridade? Cadê a QUÍMICA? Bah, o filme me decepcionou muito nessas partes.

    - Mentecaptos Por Livros

    ResponderExcluir
  6. Esqueci de comentar, adorei esses gifs principalmente o do Cato (a mina pira) e o do Haymitch. haushaushaus

    ResponderExcluir
  7. Meio que boiando na história, porque não li os livros e tenho evitado ler as inumeras resenhas que saem por aí, mas juro, vez enquando leio alguma e assim vou descobrindo cada vez um pouco mais da história... mas ainda quero que fique algo a descobrir, porque é chatão ler um livro sabendo tudo né?
    Mas acho legal o seu ponto de vista e já tenho certeza que vou amar o livro apesar de toda a violência... huahuahuah... doida pra ler.

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Obrigada por ter liberado o post... (enfim!)

    Adoro essas gifs, e já estava na hora de vc começar a usá-las. Deveria fazer mais posts assim, e soltar todo a alegria, e sarcasmo que existe dentro dessa cabecinha - que eu amo! rs

    ¬¬ tbm não curto muito essa falta de "sacar as coisas" da Kat não. Ela é cega??? E muito obrigada por citar o tapado do #4, que pelo amor de deus ainda não consigo imaginar que ele viu o cachorro correr mais que ele, e não pensou "dog, vc não é desse mundo" dãããããã. Desculpe mais esse é o momento de soltar todo meus sentimentos reprimidos! rs

    Ainda acho q o problema da Kat está concentrada na morte do pai. Quando ela se viu sem ninguém e a mãe se fechou no seu próprio mundo, tendo que fazer tudo sozinha. Por isso sou defensora dela nesse ponto. E ela só confiava mesmo no (coitado) do Gale, e quando viu outra pessoa entrando no mundinho dela (apesar dele já ter se mostrado um fofo antes) ela não quis... MUITO BURRA MESMO!!!

    Vc notou que vc mesma cai em contradição? Achei contraditório sua notinha: "Mesmo que eu ame o Peeta, acho que se ele narrasse não seria tão interessante porque ele não tem o espírito e a desconfiança de Katniss - que tornam as coisas mais emocionantes!"
    O fato dela ser assim realmente torna tudo emocionante sim, e é por isso que é vendável a Trilogia, se ela fosse uma babaca sentimental isso não aconteceria. rs Assim afirmo novamente minha teoria na troca de papéis proposta pela Collins: ela é o homem e o Peeta é a menina! kkkkkkkkkkkk

    Tbm concordo com vc que ela não ama ninguém. Mas eu a entendo por muito motivos, e isso não me incomodou nem um pouco!

    COMO ASSIM VC É TEAM GALE??????????????????????????????
    Acabei de deixar de te amar nesse momento mocinha!! Vou terminar meu comentário por aqui e não volto nunca mais #crying #crying #crying

    XOXO, da Lisse

    ResponderExcluir
  9. Olá, Eve!!
    Fico até sem graça de falar qualquer coisa, porque você já sabe bem o que penso sobre a Kat depois que nos falamos no Twitter e discutimos sobre o livro. hehehehe
    Mas, olhando por outro ângulo, essa postura insensível e cética dela na história pode ter sua causa na criação em um distrito pobre marcado pelas dificuldades e tals, mas não acho isso uma justificativa para ela ser assim a série inteira! lol
    Mas, continuo achando que o livro poderia ter sido melhor se tivesse sido narrado em 3ª pessoa, ao contrário da maioria, não curto muito andar na maré do personagem, pois muitas vezes eles nos induzem a interpretações errôneas e nem sempre tem uma personalidade afável.
    hehehe
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  10. @Adrianna Alberti Sabe Adri, concordo contigo que para o andamento da série, realmente o romance nem é relevante (não é o foco e/ou mt importante) mas como eu disse, uma romance num livro jovem é praticamente necessário! Pode não ser vital, mas acho que sem isso, o enredo nem teria o apelo que tem (bem, pelo menos eu amo um romance, mesmo que seja tipo esse, onde uma pessoa em esta apaixonada ou que seja...) a questão é que acho a ideia do romance muito boa! Até porque gera esse tipo de discussão!
    E sim, talvez a Kat nem ligue mesmo pra isso e acabou ficando com quem era um 'porto seguro' pra ela ao final (ou durante) tudo :)

    E sim, eu amo o Peeta! Sem ele ela nem teria conseguido (mesmo que ela seja a força, ele é a alma, o coração e isso foi mt importante)

    Tudo bem, eu queria que ela ficasse com gale por toda a amizade anterior e anos e tal.. mas ok, talvez meu motivo maior seja menos autruísta: eu queria Peeta para mim #prontofalei rs

    ResponderExcluir
  11. Oi flor,
    que post e esse????huahuahuahuahuahua mas jesusss tu não gostou da mocinha mesmo...huaha..sabe que eu ate gostei dela melhor que a bela que vive chorando e entrando em encrenca ne...huahua...agora algumas coisas acho que o fato de eles nao citarem deus no livro se confirme algo no terceiro livro ja que se chama esperança ne??sei lá...agora o tal triangulo tambem não sei porque existe sabe que adoro um romance mas acho que essa historia ate não precisava disso porque ela por si so ja tem pimenta o suficiente ne...
    Bjksss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ela não merece o Peeta. Ele ama ela e ele é bom demais e bom, ela é muito fria e filha da mãe. Nem o Gale ela merece, mas seria o mais óbvio de acontecer. Eles se conhecem há décadas e aí, de uns meses pra outros, ela tá apaixonada pelo Peeta. E no terceiro eu notei como eles sabiam que ela não amava de verdade nenhum dos dois. Eu gosto dela. Gosto e até entendo esse lado dela, perder o pai, ter que ficar com chefe da familia desde muito cedo, cuidar da irmã, a mãe louca... mas as babaquices dela ainda me irritam haha.

    ADOREI o post, Eve! :))

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Post bem polêmico mas bem pertinente também. Observei algumas coisas que você citou, mas ainda assim acho que ela é uma boa protagonista. É forte e determinada como poucas que encontramos nos livros. Não vi muito motivo do triângulo porque não acho que ela esteja apaixonada por nenhum dos dois, acho que seja carinho, gratidão, amizade, mas não aquele amor entre um homem e uma mulher.
    É verdade que ela também faz muitas babaquices, enfim...

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  14. WOW! Uma vez confessei no twitter que tinha vontade de tacar gasolina nela e em seguida um fósforo aceso e, pra minha surpresa, uma galerinha concordou comigo. Antes de assumir publicamente minha opinião maléfica, jurava que o povo ia fazer cara de surpresa pra mim and hate me, mas aí comecei a pensar que eu não era tão maluca assim.
    Concordo com tudo que vc falou! Não que eu odeie a Catnip, mas como vc descreveu, não dá pra entender.
    A primeira coisa que levantei foi: ela era toda arisca com relação ao Peeta e na primeira vez que encontrou a Rue já se abriu toda. Tá, eu sei da Primm, mas mesmo assim! E sobre esta coisa de "como a gente se tocou se ela que está nos contanto não percebeu" é pertinente em TODOS os luvros narrados em primeira pessoa. Ou será que somos maliciosos demais??? Pelamor!
    A questão da flechada foi um tapa na cara pra mim, pq eu estava acreditando e torcendo pra que ela realmente gostasse do Peeta (sabe, tava contando os minutos pra ela poder ler o livro que ela narrou e entender o que eu entendi), aí ela pensa em matá-lo na primeira oportunidade? Nisso, minhas esperanças de amor partindo dela pra ele, foram com amoras garganta à baixo.

    Então, penso taaaaantas coisas de THG (sou viciada também) que isso renderia uma boa discussão...

    Um beijo!
    PS: entendeu alguma coisa que falei? kkkk

    ResponderExcluir
  15. Acho que não conseguiria descreve tão bem esses tópicos, que por sinal concordo com todos.

    Sinceramente acho a Katniss meio psicopata.

    Eu não li todos livos, mas sei o final (adoro spoiler), e achei esse amor do dois meio mentiroso, e essa opinião é compreensível, como você mesma disse ela parece amar só a Prim e ele mesma, ela pensa em matar o Peeta e ela finge que o ama, é em esquisito.

    Essa falta de fé me incomodou, sei lá, para ela é como se tudo já estivesse acabado, qualquer um, mesmo aquele a beira da morte, lascado, sem chance aina consegue ter esperança.

    Também adoro triângulo - mesmo sendo em comum, confesso que tenho um fraco por romance - mas esse sei lá, não me cativou tanto.

    Ela é guerreira, uma sobrevivendo e sofredora mas poxa, um pouquinho de amor pelo próximo cai bem e é humano. (Adorei o gif do Cato)

    Gostei do post.
    http://isa-bella.com

    ResponderExcluir
  16. Oiii
    estou louca para ler o dois e o trÊs, no final do seu texto ate fiquei com medo de um spoiler
    eu concordo com oq vc escreveu principalmente a parte dela n pegar as coisas mais obvias qnd nos q lemos pelo pnt de vista dela percebemos td
    sinceramente ainda n tomei partido sobre qm ela deveria ficar :x #confusa
    qro ler >.<

    ResponderExcluir
  17. Hey!
    Para mim a Katniss é a pessoa mais fria, sem coração do mundo e que a alma dela é o sentimento que os OUTROS tem por ela. O amor de Prim, Peeta, Gale e mais, a Necessidade dos outros, como ela sempre ajuda, como ela salva, protege cuida. Katniss vive para e pelos outros, para aqueles que a amam, pois muitas vezes eu pergunto se ela ama mesmo alguem, (ate mesmo Prim) as vezes penso que o amor que ela sente vem do amor que sentem por ela..
    Adorei o Post beijão

    CC
    http://blogcabelosaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. [ATENÇÃO SPOILERS]
    AAAAAAAAAh Evellyn nem sei por onde começar meu comentário!!! kkkkkkkkkkk Enfim, pelo início: 1)a questão de pov em 1a pessoa: como autora eu explico que é perfeitamente natural que a protagonista não "pegue" as coisas que estão bem na cara dela, mesmo que os leitores fiquem surtando (eu, no caso: "Katniss mulher de Deus cola no Peeta que esse cara te ama de verdade"kkk), essa é a beleza da coisa, sabe? Pq na vida real nós mesmos mtas vezes ñ percebemos qdo a situação está bem na nossa cara, às vezes é preciso uma amiga dizer: "criatura, se liga..." Por isso nesse ponto defendo q é natural isso na narrativa. 2) Tive a msma impressão da Katniss ser mto cruel em várias situações, caracaa pensei igual a vc: "Cara, essa mulher só ama a Prim, wtf??", mas isso deixa a coisa mais verdadeira, sei lá, ela ñ é uma protagonista toda doce e boazinha e tals como as que existem por aí, então apesar de ñ concordar com várias coisas nela, ficou fora do clichê e nesse caso mais pontos p tia Suzanne! 3) Eu NUNCA pensei num triângulo amoroso ali, juro, pra mim só havia PEETA PEETA PEETA!!! Nunca vi nenhum tipo de química ou qlqr coisa dela com aquele Gale (nem no livro nem no filme em sua versão Gale-namorado-de-Hannah-Montana) em nenhum momento, ali era apenas uma amizade e pronto, acho q se havia um triângulo amoroso era coisa da cabeça de Gale, qdo ele inclusive vai conversar com Peeta sobre qm ela vai escolher, e eu tipo: "Como assim escolher, seu debiloide? Tu tais fora da lista, nunca entrasse!!!kkk". Prova disso, Gale: "Eu amo vc", Kat: "Eu sei". #TOMANATUACARAGALE!!!
    Enfim, ameeeei esse post, Evellyn, ai já deu p sacar q sou totalmente apaixonada por THG neh??huahuahauhaua
    Bjossssssssss

    ResponderExcluir
  19. Oi Eve,
    Eu gostei muito da escolha da atriz Jennifer Lawrence como Katniss, enfim...do elenco eu não tenho o que reclamar. Do filme, claro tiveram partes omitidas que poderiam ser mostradas e tal.
    Quanto ao triângulo, eu amo o Peeta e quero ela com ele e pronto! #GaleVaCatarCoquinho
    Beijos

    ResponderExcluir

- Adoro saber a opinião dos leitores! Deixe seu comentário e eu responderei no seu blog, mas nada de comentários ofensivos hein?